15.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

URGENTE: Ministério da Defesa pede ao TSE “ampla divulgação” das propostas das FFAA

O ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, assinou nesta quinta-feira (05) um documento onde pede a “ampla divulgação” das propostas feitas pelas Forças Armadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no tocante às eleições desde ano, a fim de atender à solicitação de requerimentos parlamentares e ao “interesse público”.

O documento foi encaminhado ao atual presidente do TSE, ministro Edson Fachin. Nele, o general Paulo Sérgio diz que tentou um encontro presencial com Fachin, mas que não foi atendido.

O general explicou que o Ministério da Defesa vem sendo solicitado por deputados a divulgar as propostas das Forças Armadas, mas que por respeito ao trabalho sigiloso realizado junto à Comissão de Transparência Eleitoral, criada pelo TSE, não divulgou esses dados.

Diante disso, o ministro pede ao TSE que faça a divulgação, a fim de atender aos interesses públicos e parlamentares com base no acesso à Lei de acesso à informação. A solicitação em questão, aparentemente, também pode ter sido pedida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Isso porque, Bolsonaro (PL) se reuniu nesta semana pelo menos duas vezes com Paulo Sérgio. Na 3ª feira, fora da agenda oficial, foi à reunião do Alto-comando do Exército no Quartel-General, em Brasília, e logo depois almoçou com o ministro.

Aliados do governo querem a divulgação das propostas, pois também acreditam que assim haverá maior transparência quanto à participação das Forças Armadas no pleito eleitoral desse ano, uma vez que as recomendações técnicas já foram realizadas.

Segundo o jornalista José Maria Trindade, da rede Jovem Pan, os militares não teriam ficado plenamente satisfeitos com as respostas já dadas pelo TSE. A ampla publicação das propostas das Forças Armadas, neste caso, serviria também, para dar à população uma compreensão mais aprofundada sobre o trabalho realizado.

Eleições: General indicado pelas FFAA cobra do TSE medidas em caso de irregularidade

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: