13.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Tandara comemora restrição de ‘trans’ em natação feminina e é vítima de ataques

A campeã olímpica pela seleção feminina brasileira de vôlei nas Olimpíadas de Londres-2012, Tandara Caixeta, passou a ser alvo de ataques de ódio depois que se posicionou contra a presença de atletas transexuais em competições femininas.

Tandara celebrou uma decisão tomada pela Federação Internacional de Natação, que restringiu a presença de nadadores trans nas disputas femininas. A jogadora, por sua vez, compartilhou a notícia, escrevendo: “Como sempre disse, eu não sou contra ninguém, sou contra a injustiça. Essa regra deveria se estender a todos os esportes.”

Alguns internautas, então, reagiram agressivamente, desferindo várias ofensas contra a campeã olímpica, além de lhe desejar o mal de muitas maneiras. Ela, contudo, reagiu compartilhando um vídeo com alguns registros dos ataques, dizendo que não deixará de emitir a sua opinião.

“Dizem que a luta é por tolerância e aceitação. Esses ‘canceladores’ mostram a sua verdadeira causa e escancaram quem é que destila o ódio. É por isso que vamos continuar a nossa luta. E só pra constar, ninguém vai calar a minha boca”, postou a atleta. Assista:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: