11.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Sheherazade ironiza queda de estátua da rede de lojas Havan: “Recado veio dos céus”

A jornalista Rachel Sheherazade fez um comentário que causou polêmica na segunda-feira (24), após a repercussão da queda de uma “estátua da liberdade” (réplica) da rede de lojas Havan, em decorrência de rajadas de vento de cerca de 75km/h em Capão da Canoa, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul.

Como é de conhecimento público de que o proprietário da rede de lojas, o empresário Luciano Hang, é um apoiador de destaque do presidente Jair Bolsonaro, a jornalista parece ter usado a fatalidade climática para atacar o mesmo, chegando a insinuar que o ocorrido seria um “recado” dos “céus”.

“O recado veio dos céus na forma de um vendaval que derrubou um dos símbolos do Bolsonarismo – a cafona réplica da Estátua da Liberdade lojas Havan, de propriedade do empresário e ‘show man’ Luciano Hang, mais conhecido como ‘Véio da Havan’”, escreveu Sheherazade em sua rede social.

Ela acrescentou: “Apesar de fazer referência direta ao capitalismo, a empresa, até dez por cento de seus produtos são comprados da China, país comunista que Hang tanto combate em público. Aliado e amigo chegado de Jair Bolsonaro, o Véio da Havan teve uma infeliz surpresa hoje. Uma ventania derrubou o símbolo da loja em Capão da Canoa, RS.”

A suplente de deputada federal e presidente do Avante no Paraná, psicóloga Marisa Lobo, criticou a jornalista, chamando-a de “esquerdopata”. Para Marisa, que é aliada do presidente Jair Bolsonaro, Sheherazade teria sido “arregimentada pela esquerda” e agora estaria deslocando “ódio”.

“Deixa de ser ridícula mulher, nem em Deus você acredita mais, se acreditasse, não agiria de forma tão odiosa. Jornalista que apoia destruição e ainda usa Deus, só pode ser esquerdopata”, disparou Marisa. “…toda mulher que é arregimentada pela esquerda, desloca seu ódio para pessoas de bem? Triste a esquerda adoece mesmo.”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: