10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Senador do Amazonas admite que caos na saúde do estado foi por “corrupção”

O senador Eduardo Braga, do Amazonas, admitiu ao blog O Antagonista, após uma operação da Polícia Federal contra o governador do estado, Wilson Lima, que o caos na saúde local que resultou na morte de milhares de pessoas foi por causa de “corrupção e falta de competência”.

A PF executou 25 mandados contra denúncias de desvios de recursos para o combate à pandemia, sendo 19 de busca e 6 de prisão temporária, em Manaus e também em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Entre os alvos estavam o governador do Amazonas, Wilson Lima e seu secretário de Saúde, Marcellus Campelo, que foi preso.

“Lamentavelmente, 13 mil amazonenses morreram e não foi por falta de dinheiro para enfrentar a pandemia. Foi corrupção e falta de competência, planejamento, gestão e responsabilidade. O que aconteceu foi criminoso”, afirmou Braga.

Todos os secretários de Saúde do Amazonas foram presos. Para o senador, a Secretaria “virou antessala de delegacia.” Contudo, ele não acredita que será possível estender a investigação da CPI da Covid a outros estados, a não ser que exista conexão com as suspeitas de fraudes.

Médica defensora do tratamento precoce critica Luana na CPI: “Cartas marcadas”

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: