Senador defende CPI da Toga até para afeito de “cassar” ministros do STF

O senador Lasier Martins aproveitou uma conversa que teve com o jurista Ives Gandra Martins para defender a criação da chamada “CPI da Lava Toga”.

Ao debater a respeito das “intervenções” por parte dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em temas que deveriam ser discutidos pelo poder Legislativo e Executivo, o senador defendeu que a atuação de alguns ministros deveria ser alvo de investigação.

Segundo Laiser, esse debate vem sendo tratado por uma parcela dos senadores a um tempo, os quais vêm defendendo a ideia de promover a CPI em questão.

“Porque o senhor mesmo está aí enumerando, buscando vários casos lá atrás, e mencionando estas inúmeras invasões do poder judiciário no Executivo e no Legislativo. Isso é infração. Isso enseja uma investigação, até para efeito de cassação” defendeu Laiser.

Laiser Matíns prosseguiu, argumentando a respeito das obrigações do Senado e o papel que o mesmo teria nesta situação. “É missão do Senado. O senado é um órgão que tem obrigações de legislar e de fiscalizar”. Assista abaixo: