10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

“Se Lula voltar, será para nunca mais sair”, alerta Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro concedeu uma entrevista à rede CBN Recife, na segunda-feira, onde falou sobre algumas das suas preocupações para as eleições desse ano. Segundo o chefe do Planalto, se Lula voltar ao poder, por exemplo, “será para nunca mais sair”.

A fala de Bolsonaro, na prática, é uma sugestão quanto ao que ele acredita ser um modelo autoritário de governo por parte do Partido dos Trabalhadores, a exemplo dos regimes ditatoriais da Venezuela e Nicarágua, por exemplo, onde apesar de haver eleições regulares, os pleitos são marcados por suspeitas de irregularidades e ameaças aos adversários do governo.

“Temor que eu tenho não é por mim, é continuar a política que ele fazia. Se Lula continuar a política que ele fazia no passado, vai ser pior agora, no meu entendimento. Ele está crente que não cometeu crime nenhum. No meu entender, se voltar, vai ser para nunca mais sair”, afirmou o presidente.

O presidente voltou a defender a necessidade de uma apuração paralela dos votos este ano, como propôs às Forças Armadas. Na prática, o modelo realizaria a contabilização dos votos que chegam aos computadores do TSE, simultaneamente. Para Bolsonaro, esta seria uma forma de aumentar a segurança do pleito.

“Tivemos eleições em 2020, vamos ter em 2022, sem saber o que aconteceu em 2018. Se houve ou não fraude nas eleições, se eu teria ganho ou não no primeiro turno. Agora estamos preocupados com isso”, afirmou o presidente.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: