24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

Petebista que apoiar Lula “vamos cortar o pescoço”, diz presidente do PTB-Paraná

No cenário eleitoral atual, os posicionamentos políticos estão cada vez mais acirrados, de modo que apoiar um candidato adversário ao do próprio partido pode significar suicídio político. É o que a presidente do PTB no Paraná, psicóloga Marisa Lobo, fez questão de enfatizar durante uma entrevista.

Falando ao Tamandaré Notícias, Marisa Lobo explicou como chegou à liderança do Partido Trabalhista Brasileiro em seu estado, dizendo que o presidente de honra da legenda, o ex-deputado Roberto Jefferson, viu o seu potencial em 2020, quando disputou a Prefeitura de Curitiba.

Desde então, segundo Marisa, a ordem é de apoio total ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL). O posicionamento da sigla não é por acaso, visto que o partido vem pleiteando o título de ser a “casa dos conservadores” na política brasileira, daí a exigência pela coerência dos filiados.

A psicóloga cristã, que é pré-candidata à deputada federal pelo Paraná, lembrou que o PTB agora possui um estatuto conservador, e que por isso nenhum petebista poderá apoiar adversários do presidente, especialmente Lula, já que isto caracterizaria infidelidade partidária.

Com isso, se referindo ao PTB em nível nacional, Marisa Lobo utilizou uma força de expressão para garantir que o partido vai “cortar o pescoço” de quem ousar pender para o lado petista. Assista a entrevista completa, abaixo:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: