11.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Morador de rua flagrado com esposa de personal vira celebridade e divide opiniões

Givaldo Alves de Souza, o morador de rua que foi flagrado tendo relações sexuais com a esposa de um personal trainer em Planaltina, município de Goiás que faz parte da região administrativa do Distrito Federal, se tornou uma celebridade que já conta com milhares de seguidores e até assessoria.

O “Mendigo de Planaltina”, como também ficou conhecido, passou a ser convidado para frequentar festas vips, aparecendo ao lado de influenciadores e mulheres, chegando a dar beijos na boca em algumas ocasiões, sendo tudo gravado.

Givaldo já tem até conta no TikTok, com 522 mil seguidores, e no Instagram, onde o número de fãs já ultrapassa os 150 mil, segundo informações do Extra. Segundo uma postagem recente feita pelo Mendigo, ele teria sido “vítima de um convite maravilhoso” ao se referir à esposa do personal Eduardo Alves de Souza.

No entanto, a versão contada por Givaldo tem sido contestada por Eduardo e também repudiada por algumas figuras nas redes sociais, especialmente após um laudo psiquiátrico apontar que Sandra Mara Fernandes, a mulher do personal, estava em surto psicótico no momento em que foi ao encontro do morador de rua.

“Foram descritas: alucinações auditivas, delírios grandiosos e de temática religiosa, hipertimia, falso reconhecimento, comportamentos desorganizados e por vezes inadequados”, descreve o médico responsável pela assinatura do laudo, segundo informado pelo Psicologia Notícias.

Sandra precisou ser internada para receber tratamento, pois segundo o médico do caso, “neste momento, em razão de seu estado psicopatológico, a paciente não é capaz de responder por si, tampouco de exercer vários atos da vida civil, em especial o de assinar documentos e procurações, assim como de celebrar contratos ou contratar serviços de qualquer natureza.”

Estupro de vulnerável?

A psicóloga Marisa Lobo, especializada em saúde mental, chegou a publicar um artigo em sua coluna no Pleno News, dizendo que diante do laudo psiquiátrico de Sandra Mara Fernandes, o Mendigo de Planaltina poderia ter cometido o crime de estupro de vulnerável.

“Tenho motivos suficientes para suspeitar de que a mulher foi vítima de estupro de vulnerável”, escreveu a psicóloga, explicando se tratar de um crime “praticado contra alguém que, por alguma razão, não possui condições de se defender.”

“No caso em tela, a mulher estava em provável surto psicótico, apresentando sinais de delírio, motivo pelo qual teve um comportamento absolutamente incomum, colocando em risco a própria vida. Como o homem já vivido que é, será mesmo que Givaldo não percebeu que estava diante de uma mulher mentalmente doente?”, questiona Marisa.

A psicóloga também lamentou a forma como parte da mídia retratou inicialmente o caso, sem levar em consideração o contexto envolvendo a esposa do personal. Não por acaso, Eduardo processou o Mendigo e ele passou a ser investigado criminalmente, segundo uma nota divulgada pela família de Sandra.

Pelas redes sociais, vários internautas ficaram abismados com o fato de Givaldo, o Mendigo, estar aparecendo ao lado de outras mulheres, em total situação de intimidade. Veja alguns registros, abaixo:

https://twitter.com/PenhaCpx/status/1511002478539685901

 

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: