11.5 C
Brasília
Quinta-feira, 30 Junho, 2022

Ministra do STF permite que governador do Amazonas não compareça à CPI da Covid

A ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, acatou um pedido feito pela defesa do governador do Amazonas, Wilson Lima, para que o mesmo não seja obrigado a comparecer na CPI da Covid nesta quinta-feira (10), assim como tenha o direito de permanecer calado durante o interrogatório.

Lima, até então, seria o primeiro governador a ser ouvido na Comissão Parlamentar de Inquérito que tem por objetivo apurar supostos crimes de responsabilidade na gestão da pandemia no Brasil. Todavia, com a decisão de Weber, é possível que o líder estadual não compareça para o depoimento.

A decisão de Rosa Weber também acaba abrindo um precedente para que todos os demais governadores tenham o mesmo benefício. Ao todo, nove governadores já foram convocados, e 19 já entraram com recurso no STF pedindo a conversão da convocação em convite, condição em que eles não são obrigados a comparecer na CPI.

Em sua decisão tomada na noite da última quarta-feira (09), Weber ainda destacou que Wilson Lima “não pode sofrer constrangimentos físicos ou morais” na CPI, caso compareça, segundo a Oeste. Veja também:

Bolsonaro diz que AGU vai apurar suspeita de “supernotificações” de mortes por Covid

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: