23.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Manifestações no 1° de maio demonstraram desvantagem numérica da esquerda nas ruas

O domingo de 1° de maio de 2022 foi marcado por manifestações pró e contra o governo do presidente Jair Bolsonaro, com atos nas principais capitais do país. A ocasião acabou servindo para acentuar, visivelmente, a desvantagem numérica da esquerda, segundo os registros feitos nas ruas.

Nas redes sociais não foi diferente. O sócio e vice-presidente da emissora RedeTV!, Marcelo de Carvalho, fez uma publicação destacando, em formato visual, a diferença de público em relação aos atos pró-Bolsonaro e pró-Lula.

“Foto do news copter da RedeTV exatamente no mesmo horário, das duas manifestações. Não é material que recebi de alguém e estou reencaminhando. É nosso. Tire suas próprias conclusões”, escreveu o empresário ao publicar a foto de capa desta matéria (no final da matéria).

De fato, não é preciso uma contagem oficial para a oposição reconhecer a diferença de público em relação aos apoiadores do governo e do ex-presidente Lula nas manifestações de ontem. A revista Veja chegou a publicar, durante o domingo, uma matéria que chamou atenção. Seu título diz: “Falta de público obriga Lula a atrasar discurso em São Paulo”.

A matéria da revista acabou sendo destacada por bolsonaristas nas redes sociais. “Por causa da falta de público expressivo até o início da tarde no ato do Dia do Trabalho organizado pelas centrais sindicais, em São Paulo, neste domingo, 1, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu atrasar sua participação”, diz o texto.

A revista informou que o discurso de Lula estava marcado para às 13h, mas acabou sendo adiado para às 15h30, quando os organizadores esperavam “já ter mais gente na Praça Charles Miller, no Pacaembu, na capital paulista, onde o ato está sendo feito.”

Vídeos que circulam nas redes sociais também dão uma noção da diferença numérica das manifestações pró e contra o governo, especialmente quando é levado em consideração que, no caso dos atos a favor de Bolsonaro, foram registradas manifestações em várias cidades do Brasil, além de São Paulo, como na Bahia, Distrito Federal, Rio de Janeiro e Curitiba.

Veja algumas imagens e vídeos, abaixo:

Imagem
Foto-montagem publicada pelo empresário Marcelo de Carvalho, a partir de registros feitos pelo helicóptero da Rede TV!

https://twitter.com/MLauraAssis/status/1520899820265025536

https://twitter.com/JovemPanNews/status/1520866901286662145

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: