23.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Lendo roteiro, Moro se contradiz e vira alvo de críticas: ‘Outro constrangimento’

O ex-ministro Sérgio Moro fez um pronunciamento no final da tarde de hoje (1°), a fim de rebater algumas informações publicadas a seu respeito ao longo da quinta-feira (31). Apesar do ex-juiz da Lava Jato ter dito em sua conta no Twitter que estava abrindo mão da candidatura à Presidência da República, agora ele diz que “não desistiu de nada”.

“Eu não desisti de nada, muito menos do meu sonho de mudar o Brasil. Pelo contrário, sigo firme na construção de um projeto para o país”, afirmou Moro, de forma genérica. Na quinta-feira, porém, ele fez a seguinte publicação:

“Para ingressar no novo partido, abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor”.

Pelas redes sociais, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro apontaram contradição na fala atual do ex-ministro. “Veja como a cabeça do sujeito está confusa. Ele diz que não desistiu de ‘nada’, mas afirmou na quinta que estava abrindo mão da candidatura à Presidência ‘nesse momento'”, observou Marisa Lobo, presidente do PTB do Paraná.

“Abrir mão não é desistir? Ora, ainda que seja uma desistência TEMPORÁRIA, não deixa de ser desistência”, ressaltou a psicóloga, que também criticou a forma como Moro fez o seu pronunciamento. Na ocasião, o ex-ministro leu um roteiro por escrito, o que foi visto como um gesto de insegurança da sua parte.

“Parece até aluno da 1ª série lendo o dever de sala com a cola em mãos. Inacreditável! Morno [sic] visivelmente inseguro, seguindo um roteiro escrito de péssima qualidade, totalmente clichê”, criticou Marisa. “Tentou consertar um constrangimento e acabou criando outro!”.

A jornalista Eliane Cantanhêde também ironizou o pronunciamento do ex-ministro, mas sem citá-lo diretamente. “Agora é assim: o cara é candidato de manhã, desiste na hora do almoço, volta a ser candidato à noite, durante o dia está num partido, de madrugada em outro e acorda num terceiro. Tá difícil acompanhar”, disse ela no Twitter.

Assista o pronunciamento do ex-ministro, abaixo:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: