28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

General Braga Netto disse que sem auditoria não haverá eleições, acusa jornal

Com as eleições se aproximando, a tensão sobre a condução e desfecho do processo eleitoral tem crescido em alguns setores, especialmente quando rumores envolvendo figuras do governo federal, como o general Braga Netto, potencial candidato a vice-presidente da República na chapa de Bolsonaro, vêm à tona.

Segundo informações do jornal O Globo, por exemplo, Braga Netto teria dito a empresários na última sexta-feira (24), durante um encontro da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que não haverá eleições este ano no Brasil se não houver auditoria das urnas eletrônicas.

Em nota, a assessoria de comunicação do general argumentou que a fala do militar não teria sido interpretada corretamente, mas reforçou a cobrança com relação à auditoria. “Em sua fala, Braga Netto apenas reafirmou a importância desse instrumento para que a confiança no sistema eleitoral seja fortalecida”, diz o texto.

A nota também pontuou que “diversas instituições, entre elas o MJSP [Ministério da Justiça e da Segurança Pública] e o MD [Ministério da Defesa], sob a coordenação do TSE [Tribunal Superior Eleitoral], têm adotado as medidas propostas para aperfeiçoar a transparência e a segurança do processo eleitoral.”

O TSE tem dito que o sistema eleitoral brasileiro já é auditável, transparente e seguro, contrariando algumas declarações já feitas pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, agora supostamente ecoadas pelo ex-ministro da Defesa. Com informações: Yahoo.

DESTAQUE
Veja também:
close