28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

“Estou há três anos e meio sem um dia de paz”, desabafa Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL), durante uma visita a Juiz de Fora (MG) esta semana, discursou em um culto da Igreja Assembleia de Deus na cidade. Na ocasião, ele lembrou da tentativa de assassinato que sofreu em 2018, durante um ato de campanha, e aproveitou para fazer um rápido desabafo.

“Em Juiz de Fora, eu lembro todos os passos daquele dia. Procurei meu colete, não achei, eu tinha que cumprir uma missão. Comecei a andar pelo Brasil em novembro de 2014. Aconteceu [a facada]”, disse Bolsonaro.

O presidente lembrou que na hora do atentado, achou que tivesse tomado apenas um soco. “Quando levei aquele baque na barriga e caí, eu queria continuar. Falava para o pessoal da segurança: alguém me deu um soco, vamos em frente”, disse ele.

“O sangramento naquele caso [facada no abdômen] é para dentro, não para fora”, destacou, completando em seguida, em referência aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que “alguns na Praça dos Três Poderes que querem ter poder absoluto. Eu venho falando há algum tempo: essas pessoas podem muito, mas não podem tudo.”

“Eu acho que ganhei no primeiro turno as eleições de 2018, mas deixa para lá. Estou há três anos e meio sem um dia de paz, mas entendo que é missão”, concluiu Bolsonaro ao falar para os evangélicos.

DESTAQUE
Veja também:
close