24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

“Ele é o chamado satanista”, diz Polícia sobre suspeito de chacina em Ceilândia, DF

Policiais da Civil, Militar, Polícia Rodoviária Federal e Penal estão perseguindo há cinco dias um homem chamado Lázaro Barbosa da Silva, de 32 anos, suspeito de cometer uma chacina em Ceilândia, região do entorno do Distrito Federal. Ao todo, mais de 200 agentes foram mobilizados pela captura do acusado.

Lázaro é suspeito de ter assassinado Cláudio Vidal, de 48 anos, e os filhos dele, Gustavo Vidal, de 21 anos, e Carlos Eduardo Vidal, de 15, além de Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, esposa de Cláudio, que teve o corpo encontrado após ter sido sequestrada.

Após cometer os crimes, segundo a Polícia, Lázaro fugiu para Cocalzinho, em Goiás, onde estaria escondido nas matas. Durante a fuga ele trocou tiros com um caseiro de uma chácara local e pode ter sido ferido. Os agentes policiais estão com dificuldade de encontrá-lo por causa do conhecimento do suspeito da região.

“Ele é da região [Entorno do DF] e é mateiro, acostumado a se ‘emburacar’ em vários pontos. Tudo indica que é um psicopata. Estamos com oito vítimas confirmadas, sendo cinco fatais”, explicou o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, segundo o G1.

Ainda segundo a polícia, Lázaro teria envolvimento com o satanismo e já teria dito que está “possuído”. “Ele é o chamado satanista”, disse a polícia ao G1. O fato foi reforçado pelo tenente Gérson de Paula, da PM de Goiás, em declaração ao portal Metrópoles.

Segundo o militar, o suspeito faz parte de uma “seita” e que estaria possuído um demônio. O criminoso também teria dito que “vai levar o tanto de gente que puder”.

Policias estão a procura do suspeito, que pode estar escondido em região de mata
Policias estão a procura do suspeito, que pode estar escondido em região de mata. Reprodução: Google

Moradores do Incra 9 estão aterrorizados: "A gente não dorme desde quarta"

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: