14.5 C
Brasília
Domingo, 26 Junho, 2022

Damares sobre Flordelis: “Ela enganou todo o Brasil, não só o segmento evangélico”

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, comentou o indiciamento da deputada federal Flordelis, acusada pelo Ministério Público de ter tramado o assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, morto a tiros dentro da própria casa em 2019.

“Conheci a Flordelis em 2013. Fomos ao cinema ver o filme dela. A história que ela contava para o Brasil era linda de adoção. Me apaixonei por aquela história. Quando foi eleita deputada, me procurou como ministra. A minha ligação com ela era a pauta da adoção”, afirmou Damares durante live com Bolsonaro na quinta-feira.

Damares procurou demonstrar cautela diante da acusação contra Flordelis, mas destacou que às evidências apresentadas pelo MP são “robustas”. Neste caso, segundo a ministra, a deputada teria usado o meio evangélico como palanque e traído o segmento, assim como o país.

“Estou triste, temos que aguardar o resultado final, mas me parece que o relatório da polícia é robusto. [Estou] indignada que tenha usado a fé, usado os irmãos, igreja”, disse Damares, que acrescentou:

“Ela enganou todo o Brasil, não só o segmento evangélico, enganou a nação inteira. Estou muito triste com isso. Só queria que a pauta da adoção não seja afetada por essa história absurda. Vamos continuar adotando no Brasil. Vamos esperar a decisão da Justiça”.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: