28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

Convidado, Fachin não vai à audiência no Senado sobre recomendações da Defesa ao TSE

O ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não confirmou presença na audiência pública que será realizada em instantes na Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC) do Senado Federal, cujo objetivo será debater as recomendações dadas pelo Ministério da Defesa para a maior segurança das eleições este ano.

Além de Fachin, entre os convidados estão o Ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira, o delegado federal Anderson Torres, atual diretor-geral da Polícia Federal, e Michael de Freitas, representante da Transparência Internacional.

Até o fechamento dessa matéria, o presidente do TSE não se apresentou na Comissão. O requerimento para audiência é do senador Eduardo Girão (Podemos-CE), que na quarta-feira (13) já havia comunicado que Fachin não havia confirmado presença na audiência, diferentemente dos outros convidados.

“EM NOME DA DEMOCRACIA! Todos convidados já confirmaram presença, menos o Pres. do TSE, FACHIN. Será mais uma sessão histórica do Senado que busca diálogo entre os Poderes da República pela transparência no pleito nacional”, informou o senador.

As Forças Armadas foram convidadas pelo TSE, em 2021, para integrar a Comissão de Transparência Eleitoral da corte. Contudo, os militares têm alegado que algumas recomendações consideradas importantes para a maior transparência as eleições, não foram aceitas.

O TSE, por sua vez, tem dito que o processo eleitoral já é transparente e auditável, e que não há motivo para preocupações em relação à segurança das urnas eletrônicas. A Defesa, por outro lado, tem questionado a posição do Tribunal em relação às observações dos militares. Assista a audiência, abaixo:

DESTAQUE
Veja também:
close