Mais

    Campanha contra Pacheco na presidência do Senado ganha força com pressão a senadores

    Por meio das redes sociais, críticos do senador Rodrigo Pacheco estão cada vez mais mobilizados contra a sua reeleição para a presidência do Senado Federal. Visando impedi-lo de continuar no posto, uma forte campanha tem sido feita através de um site lançado pelo deputado federal eleito Gustavo Gayer.

    Por meio do site é possível acompanhar o placar de intenção de votos, constando o nome dos senadores que ainda estariam indecisos ou que pretendem votar em Pacheco. Dessa forma, internautas estão usando a ferramenta para pressionar os parlamentares, o que estaria, segundo eles, funcionando.

    “Esse é o melhor grupo para você entrar em contato (sempre de forma educada, ordeira e civilizada) e apresentar sua sugestão. Também lembre-se de exigir VOTO ABERTO – FIM DO VOTO SECRETO PARA PRESIDÊNCIA DO SENADO”, diz um comunicado do site.

    Até o momento, segundo o site, Pacheco teria 33 votos, contra 25 de indecisos e outros 23 destinados a outros dois candidatos à presidência do Senado, que são Rogério Marinho e Eduardo Girão, ambos críticos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

    Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro consideram que a eleição atual para a presidência do Senado é a mais importante da história, pois consideram que Pacheco estaria alinhado ao governo Lula, sendo crucial a eleição de um senador oposicionista que também esteja disposto a colocar em pauta os pedidos de impeachment contra ministros do STF.

    Leia também:

    Posts da semana

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui