24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

Bolsonaro se revolta com novo ajuste da Petrobrás: “Pode mergulhar o Brasil no caos”

O presidente da Petrobrás, José Mauro Ferreira Coelho, ignorou os apelos do governo para que a estatal mantenha o patamar de preços atual. Em vez disso, o Conselho Administrativo da empresa acabou aprovando mais um reajuste no preço dos combustíveis, o que vai afetar diretamente o consumidor final.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) demonstrou indignação com o comportamento da empresa, visto que a Petrobrás tem feito reajustes seguidos, mesmo obtendo lucros exorbitantes, muito acima das concorrentes do setor.

“O Governo Federal como acionista é contra qualquer reajuste nos combustíveis, não só pelo exagerado lucro da Petrobrás em plena crise mundial, bem como pelo interesse público previsto na Lei das Estatais”, comentou Bolsonaro na manhã de hoje.

“A Petrobrás pode mergulhar o Brasil num caos. Seus presidente, diretores e conselheiros bem sabem do que aconteceu com a greve dos caminhoneiros em 2018, e as consequências nefastas para a economia do Brasil e a vida do nosso povo”, completou Bolsonaro.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, também reagiu ao reajuste dos preços na estatal. Em tom de ironia, ele se referiu à Petrobrás como se fosse um país à parte, uma vez que a empresa parece agir ignorando o seu papel social junto ao povo brasileiro.

“A República Federativa da Petrobras, um país independente e em declarado estado de guerra em relação ao Brasil e ao povo brasileiro, parece ter anunciado o bombardeio de um novo aumento nos combustíveis”, disparou Lira.

“Enquanto tentamos aliviar o drama dos mais vulneráveis nessa crise mundial sem precedentes, a estatal brasileira que possui função social age como amiga dos lucros bilionários e inimiga do Brasil”, completou o deputado.

Lira anunciou que na próxima segunda-feira irá fazer uma reunião com lideranças partidárias, a fim de discutir a política de preços da estatal. O governo, por sua vez, também já pediu a cabeça do atual presidente da empresa, José Mauro Ferreira Coelho.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: