10.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Bolsonaro parabeniza policiais que mataram ao menos “20 marginais” em ação no RJ

O presidente Jair Bolsonaro elogiou os policiais que fizeram uma grande operação na Vila Cruzeiro, parte do Complexo da Penha, na zona norte do Rio de Janeiro, resultando na morte de 24 pessoas no total. O número de letalidade foi confirmado pela Secretaria de Estado de Saúde do estado.

“Parabéns aos guerreiros do BOPE e da @PMERJ que neutralizaram pelo menos 20 marginais ligados ao narcotráfico em confronto, após serem atacados a tiros durante operação contra líderes de facção criminosa. A ação contou com apoio da DRE ( @policiafederal) e @PRFBrasil”, postou o presidente da República, na terça-feira.

“A ação integrada resultou ainda na apreensão de grande quantidade de drogas; 13 fuzis, 4 pistolas e 12 granadas; além de recuperar 30 veículos roubados”, destacou o presidente, ressaltando que também houve a morte de inocente.

“Lamentamos pela vítima inocente, bem como pela inversão de valores de parte da mídia, que isenta o bandido de qualquer responsabilidade, seja pela escravidão da droga, seja por aterrorizar famílias, seja por seus crimes cruéis”, completou Bolsonaro.

O delegado da Polícia Federal Alexandre Ramagem, ex-chefe da Agência Brasileira de Inteligência e atual pré-candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro, também comentou a operação, argumentando que os policiais reagiram para defender suas vidas.

“Ação policial legítima para prender lideranças e integrantes das maiores facções do Rio de Janeiro e ainda outros criminosos abrigados de outros estados. Polícia atacada é obrigada a responder. Trágica e lamentável a morte de inocentes neste caos perpetrado pela criminalidade”, postou o delegado.

A operação realizada no Rio teve a participação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar, da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Em nota, a PMERJ explicou que “as equipes do BOPE e da PRF se preparavam para a incursão quando criminosos começaram a fazer disparos de arma de fogo na parte alta da comunidade”, motivo pelo qual a reação letal teria sido necessária, segundo a BBC.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: