21.5 C
Brasília
Sábado, 2 Julho, 2022

Bolsonaro insinua que DataFolha faz tabelinha com o TSE: “O que está acontecendo?”

O presidente Jair Bolsonaro não está confiante quanto aos resultados das últimas pesquisas eleitorais para a presidência da República. Em sua última live semanal, por exemplo, ele voltou a levantar insinuações contra o instituto DataFolha, assim como contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas de forma indireta.

No último levantamento do DataFolha, o instituto apontou que 48% das intenções de voto para a presidência da República seriam do ex-presidente Lula, contra 27% do atual chefe do Executivo federal. Bolsonaro, por sua vez, cogitou a existência de “tabelinha” com o TSE.

“Será que o Datafolha está jogando, fazendo tabelinha com uma instituição por aí que diz que lá tudo é inexpugnável? O que está acontecendo?”, disse o presidente, afirmando na sequência que o Brasil terá “eleições limpas” este ano.

“Vamos ter eleições no corrente ano, e vamos ter eleições limpas. É o que o povo quer. Afinal de contas, a alma da democracia é o voto, e eleições democráticas evitam problemas sociais, é questão de soberania, garantia da nossa liberdade”, frisou Bolsonaro.

Ainda na mesma live, contudo, Bolsonaro disparou contra o presidente do TSE, ministro Edson Fachin, afirmando que o mesmo teria tomado decisões no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF), a fim de eleger o ex-presidente Lula como o novo presidente do país.

“Fachin foi o relator de uma proposta, deu o sinal verde, e a turma dele do Supremo aprovou a ‘descondenação’ do Lula. Ele botou o Lula para fora. Botou para fora só para vê-lo livre?”, questionou o presidente.

“O que a gente entende para o lado de cá é que ninguém vai colocar o cara para fora com condenações grandes em três instâncias simplesmente para ficar passeando por aí. Colocou para fora, no meu modesto entendimento, para ser presidente da República”, concluiu Bolsonaro. Com informações: Jovem Pan.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: