25.5 C
Brasília
Sábado, 21 Maio, 2022

Bolsonaro cobra “papel social” da Petrobrás e critica “lucro absurdo” da empresa

O presidente Jair Bolsonaro fez uma série de críticas à Petrobrás durante a sua última live semanal, na quinta-feira (5). A empresa, que anunciou ter obtido um lucro de incríveis R$ 44,561 bilhões no primeiro trimestre deste ano, um resultado 3.718,4% maior do que o mesmo período do ano passado, foi lembrada do seu “papel social”.

“Eu não posso entender, a Petrobras durante crise da pandemia e a guerra lá fora, a Petrobras faturar horrores. O lucro da Petrobras é maior que a crise. Isso é um crime, é inadmissível”, afirmou Bolsonaro.

A crítica do presidente da República se deve principalmente ao fato da Petrobrás, que é uma estatal, estar aumentando o preço dos combustíveis reiteradamente, enquanto os seus lucros só aumentam. Na prática, é como se apenas os acionistas da empresa estivessem ganhando algo.

“O momento é de guerra. A gente apela para a Petrobras. Não reajuste os preços dos combustíveis. Vocês estão tendo um lucro absurdo. Se continuar tendo lucro dessa forma, e aumentar o preço dos combustíveis, vai quebrar o Brasil”, afirmou Bolsonaro.

“Sei que [a Petrobras] tem acionistas. Mas quem são os acionistas? Fundos de pensões dos Estados Unidos. Nós estamos bancando pensões gordas nos Estados Unidos. Petrobras, estamos em guerra. Petrobras, não aumente mais o preço dos combustíveis”, insistiu o presidente.

“O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo. Vocês não podem mais aumentar mais os preços dos combustíveis”, completou Bolsonaro, que ao final da live chegou a pedir desculpas por eventuais excessos em suas colocações.

- Publicidade -
Última notícia
- Publicidade -
Veja também:
close