28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

Bivar sinaliza que vai desistir da Presidência e partido de Moro poderá apoiar Lula

Mais um desdobramento poderá servir para aumentar ainda mais o imbróglio político em que se envolveu o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro. Isso, porque, o presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, sinalizou que vai desistir da candidatura à Presidência, podendo agora apoiar o ex-presidente Lula.

“Hoje pela manhã houve um almoço que teve a presença de Luciano Bivar e do ex-líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho, e outros integrantes do MDB em Pernambuco. Durante a conversa, Bivar afirmou que toparia um acordo com o PT”, informou o blog O Antagonista.

A revista Veja também confirmou os rumores: “Interlocutores de Lula confirmaram as conversas com o presidente do União Brasil, que já haviam sido reveladas pelo próprio Bivar”, informou Clarissa Oliveira.

Segundo informações do Poder360, o PT já está visando uma reunião com Bivar na próxima semana. A expectativa é de que um acordo seja feito, mesmo que não haja uma aliança formal em nível nacional.

Retirando a sua candidatura à Presidência, Bivar teria em troca o apoio da federação formada por PT, PCdoB e PV para disputar Presidência da Câmara em 2023 num eventual governo Lula.

O partido de Bivar, que é fruto da união entre o DEM e o PSL, é responsável pela maior parte do chamado “fundão eleitoral”. O presidente a sigla, embora tenha apresentado seu nome para a disputa presidencial, não chegou a pontuar nas pesquisas de intenção de voto.

Para o ex-ministro Sérgio Moro, que abandonou o Podemos de Álvaro Dias no começo do ano para migrar para o União Brasil, o possível apoio do seu partido ao PT poderá ser mais um capítulo vexatório em sua tentativa de se lançar no mundo político.

DESTAQUE
Veja também:
close