15.5 C
Brasília
Sábado, 25 Junho, 2022

Augusto Nunes rebate suposta ameaça contra programa da Jovem Pan: “Não temos medo”

O jornalista Augusto Nunes reagiu aos rumores de que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), estaria desejando o fim do programa Os Pingos nos Is, da rede Jovem Pan News, por se estar incomodado com o conteúdo jornalístico da tração.

Essa informação foi divulgada pela Jovem Pan de Bauru (SP) no dia 16 desse mês. Inicialmente, a reportagem se baseou na publicação de um perfil no Twitter que alegou ter tido acesso a informações de bastidores de uma reunião realizada na casa da senadora Kátia Abreu.

A reunião, de fato, ocorreu, segundo a Folha de S. Paulo. Nela, além de senadores da República, como Renan Calheiros, teriam participado também os ministros Gilmar Mendes, Lewandowski e Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

“CONVERSA DE CORREDORES. Em jantar na casa de Kátia Abreu (com Gilmar Mendes, Renan Calheiros, Lewandowski e Alexandre de Moraes), Pacheco reclamou muito da Jovem Pan e de Os Pingos nos Is! Mencionou entre os presentes, que é urgente e necessário dar um jeito de calar o programa”, diz a informação do perfil.

Posteriormente, a Jovem Pan comunicou que a informação divulgada foi confirmada por uma das suas fontes. Na reunião, também estiveram presentes Jaques Wagner (PT-BA), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Marcelo Castro (MDB-PI), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Weverton Rocha (PDT-MA) e o ex-governador de Alagoas Renan Filho (MDB).

Em sua reação, Augusto Nunes disse que os jornalistas da Jovem Pan não deixarão de “dizer a verdade” sobre o que acontece no Brasil, e que eles não tem “medo” dos rumores acerca da emissora. Quanto à sua segurança pessoal, o comunicador também informou que não deixará de agir como bem entender. Assista:

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: