24.5 C
Brasília
Segunda-feira, 27 Junho, 2022

“A ameaça não será resolvida abrindo portas das prisões”, diz Bolsonaro sobre surto

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira que ordenou o fechamento de todos os presídios federais do país para visitas. A intenção da medida é evitar que o novo coronavírus se propague entre os detentos. 

“Coronavirus nos presídios federais. Visitas sociais suspensas. A ameaça não será resolvida abrindo portas das prisões ou deixando de prender quando necessário, pois deixa a população vulnerável ao crime”, declarou o presidente em suas redes sociais, lembrando que se trata de uma medida adotada pelo Ministério da Justiça, comandado por Sérgio Moro.

Um dia antes a advogada e deputada estadual Janaína Paschoal havia comentado que já existe contaminação com o coronavírus em presídios. “Acabo de ler que já há presos e funcionários contaminados por visitantes. Eu venho avisando! Isso é irresponsabilidade! Medidas drásticas precisam ser tomadas em São Paulo!”, afirmou a deputada.

Janaína criticou o governador de São Paulo, João Doria, por não ter proibido as visitas aos presídios em seu estado. “Eu não me conformo! Precisamos proibir visitas em presídios e, a depender, nos hospitais. Precisamos mandar fechar vários estabelecimentos e não só recomendar o fechamento! Não é possível!”, criticou a deputada.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: