13.5 C
Brasília
Quarta-feira, 29 Junho, 2022

Sem provas, partido de extrema-esquerda diz que Moraes prepara “golpe nas eleições”

O Partido da Causa Operária (PCO) voltou a criticar o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) e futuro presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Sem provas, a sigla acusa o magistrado de estar “preparando um novo golpe nas eleições”.

“Alexandre de Moraes: candidatos que ‘divulgarem fake news’ terão registro cassado. Em sanha por ditadura, skinhead de toga retalha o direito de expressão, e prepara um novo golpe nas eleições”, postou o PCO em sua rede social nesta quarta-feira (01).

Ao completar o ataque ao ministro, o PCO também chegou a pedir a extinção do Supremo, alegando que o mesmo poderá, posteriormente, se voltar contra os “trabalhadores”. “A repressão aos direitos sempre se voltará contra os trabalhadores! Dissolução do STF!”, diz a postagem.

Conhecido por defender pautas extremistas, como a causa político-ideológica do grupo terrorista Talibã, bem como o fim da Polícia Militar e outras agendas esquerdistas, o PCO também vem criticando o ministro Moraes por causa de decisões consideradas pela legenda como autoritárias.

Bolsonaristas, não por acaso, têm utilizado algumas manifestações do PCO para cobrar equidade no tratamento dado pelo STF aos seus apoiadores, uma vez que vários aliados do governo passaram a ser investigados e punidos com o bloqueio de perfis nas redes sociais, pela acusação de “ataques antidemocráticos”.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: