11.5 C
Brasília
Quinta-feira, 30 Junho, 2022

“Monte de macaco; enrustidos”, diz ex-colunista da Folha sobre motociata com Bolsonaro

No último sábado (12), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniu com milhares de apoiadores em São Paulo, onde participou de mais uma edição da “motociata”, um passeio de motociclistas em apoio ao governo e pautas relacionadas aos interesses da direita brasileira.

O evento, contudo, dividiu opiniões e provocou até reações ofensivas. Uma delas partiu da jornalista, colunista da Folha de S. Paulo de 1984 até 2015 e ex-apresentadora do canal GNT, Barbara Gancia, que usou a sua rede social para chamar os participantes da motociata de “monte de macaco”.

“Vem cá: hoje é Dia dos Namorados e esse monte de macaco prefere sair pra dar um rolê de moto com o Bozo (muitos na garupa de macho) do que ficar com a esposa ou namorada? Enrustidos!!!”, disparou a jornalista.

Barbara também é autora do livro “A saideira – Uma dose de esperança depois de anos lutando contra a dependência”, onde ela relata a sua história de dependência do álcool, segundo o El Pais. Para o deputado federal Helio Lopes, um dos principais amigos do presidente Bolsonaro, que é negro, a postagem da jornalista foi um ato racista.

“É muito bom quando a esquerda abre mão da fantasia do progressismo MAIS AMOR e acaba mostrando sua verdadeira face rancorosa, odienta, racista, homofóbica e preconceituosa. Tudo isso só por causa da popularidade do meu irmão PR
@JairBolsonaro? Fique DESNERVOSA, minha senhora!”, respondeu o parlamentar.

Alguns dos próprios seguidores de Barbara se mostraram insatisfeitos com o comentário da jornalista. “Sempre te achei inteligente. Mas isso é movimento democrático. Que vc sempre defendeu. Democracia tem que ser respeita seja de direita ou esquerda. Desde que sejam sem quebra quebra ou crucifixo no rabo. Muito infeliz comentário”, afirmou um internauta.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: