11.5 C
Brasília
Quinta-feira, 30 Junho, 2022

Governo do DF “libera” cultos e missas, mas apenas com fiéis dentro dos carros

Cultos, missas e rituais de qualquer natureza religiosa estão liberados de acordo com o novo decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha  e publicado na edição suplementar do Diário Oficial do Distrito Federal da última sexta-feira (24). Mas com uma condição: os fiéis e participantes deverão assistir aos eventos dentro do carro.

No mesmo texto, o governador também determina que os donos de veículos que participarem de cultos, missas e rituais religiosos deverão respeitar a distância mínima do carro ao lado, que deve ser de dois metros.

A liberação ocorre justamente 45 dias após o primeiro decreto que proibia a reunião de público em templos religiosos ou eventos da mesma natureza.

No decreto (40.659), o governador também permitiu a reabertura de armarinhos e lojas de tecido e do Cine Drive-in. Neste último caso, os cinéfilos frequentadores do cinema ao ar livre, espaço tradicional brasiliense, também deverão respeitar a distância de dois metros entre um carro e outro.

Comentário:

Está claro que o decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha não significa, na prática, a liberação dessas atividades. Melhor seria não ter assinado decreto algum neste sentido.

A maioria da população, incluindo a de Brasília, frequenta cerimônias religiosas em bairros onde não há a necessidade de deslocamento veicular. São bairros da periferia, onde dezenas e centenas de templos das mais diversas denominações se espalham.

Para esse público, cultuar dentro de um veículo não é uma realidade, até porque automóveis de terceiros também não podem ser utilizados, já que a ideia é evitar o contato social.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: