11.5 C
Brasília
Quinta-feira, 30 Junho, 2022

Lira cria comissão especial na Câmara para analisar a PEC do voto impresso

Arthur Lira, presidente da Câmara dos deputados, iniciou na madrugada desta quinta-feira (13) a comissão especial com o objetivo de analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que nada mais é do que o voto auditável, que vem sendo defendido pelo presidente da República nas últimas semanas.

“Você vota, o voto é impresso num papel, você concorda, aperta o botão e aquele papel que não passa por sua mão, caio dentro da urna”, explicou o presidente a respeito do funcionamento do método eleitoral caso o mesmo seja aprovado.

A figura por trás da PEC é a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

“Não importa sua coloração política. Todos queremos que nossos votos cheguem aos nossos candidatos. Só um sistema auditável nos garante isso”, comemorou a deputada numa publicação em seu perfil oficial do Twitter na manhã de hoje.

A medida vem recebendo cada vez mais apoiadores, que recentemente foram às ruas em defesa da proposta que promete trazer mais transparência para as eleições no país, de modo que em caso de discordância de uma das partes com o resultado final, sempre será possível solicitar a revisão dos comprovantes, como dito pela Revista Oeste.

DESTAQUE
- Publicidade -
Veja também: