28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

Em recado a ministros, Bolsonaro diz que ato em 7 de setembro será “pela última vez”

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, discursou durante o evento de lançamento da sua candidatura ao Palácio do Planalto que foi realizado no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, na manhã de ontem. Na ocasião, o chefe de Estado brasileiro fez críticas aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e falou sobre o 7 de setembro.

Bolsonaro chamou alguns ministros do STF de “surdos de capa preta”, argumentando que, na sua visão, os magistrados estariam agindo sem ouvir a população. “Convoco todos vocês agora para que todo mundo, no 7 de setembro, vá às ruas pela última vez”, disse o presidente.

“Estes poucos surdos de capa preta têm que entender o que é a voz do povo”, completou Bolsonaro, sendo ovacionado pela multidão de apoiadores que estava no local. O estádio ficou lotado. Segundo a organização, cerca de 12 mil pessoas compareceram, o que significa a capacidade máxima do Maracanãzinho, que é de 13 mil pessoas.

Em outro momento, o presidente defendeu a separação entre os poderes e o papel de cada um em suas respectivas competências. No caso, foi mais uma crítica aos ministros do STF, que vêm sendo acusados de “ativismo judicial” ao longo dessa gestão.

“Têm [os ministros] que entender que quem faz as leis é o poder Executivo e o poder Legislativo. Todos têm que jogar dentro das quatro linhas da Constituição. Interessa para todos nós”, disse Bolsonaro.

“Não queremos o Brasil dominado por outra potência. O que nós queremos é paz e tranquilidade, respeito à Constituição, respeito às leis, interdependência entre os poderes, harmonia”, concluiu o presidente da República.

DESTAQUE
Veja também:
close