Mais

    Deltan critica decisão do Supremo em favor dos sindicatos: “São aparelhados”

    O ex-coordenador nacional da operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, publicou um artigo para criticar a decisão tomada por maioria no Supremo Tribunal Federal (STF), que autoriza os sindicatos a cobrarem uma “contribuição assistencial” de todos os trabalhadores, salvo recusa expressa dos que não são filiados a essas entidades.

    Segundo Dallagnol, a queda brusca na receita dos sindicatos, nos últimos anos, se deve à vontade popular pelo não pagamento de taxas. “Em 2017, quando o imposto sindical ainda era obrigatório, os trabalhadores brasileiros repassaram mais de R$ 3,6 bilhões aos sindicatos”, lembrou ele.

    Ele continuou: “Quando o pagamento se tornou facultativo, em 2018, o repasse foi de apenas R$ 411,8 milhões. Em 2019, foi de 128,4 milhões. Em 2020, R$ 76,8 milhões. Em 2021, 65,6 milhões. Em 2022, apenas R$ 53,6 milhões foram repassados no primeiro semestre daquele ano. No total, foi uma queda de 97,5% na mamata dos sindicatos, que hoje têm que ralar pra sobreviver”.

    “As razões para a queda brutal na receita são simples: os sindicatos não mostram serviço e são aparelhados ideologicamente. Existe, é claro, um problema de ação coletiva, mas a queda na arrecadação é a maior prova da ineficiência e da falta de resultados concretos em prol dos trabalhadores.”

    Para Dallagnol, ao decidir autorizar a cobrança da contribuição assistencial, o que alguns vêm chamando de “imposto sindical”, apesar do Supremo negar que tenha decidido pelo retorno do imposto, seria mais uma demonstração de ativismo judicial por parte dos ministros da Corte.

    “A maioria formada no STF pela obrigatoriedade do ‘novo’ imposto sindical apenas confirma, mais uma vez, o caráter ativista da mais alta Corte do país, que já se acostumou – e parece ter gostado – do protagonismo político que concedeu a si mesma nos últimos anos”, criticou o ex-procurador da República no OCP News.

    Leia também:

    “A Rede Globo está acabando”, diz ator Pedro Cardoso ao lamentar derrocada da emissora

    Famoso principalmente por ter interpretado o personagem "Agostinho Carrara"...

    Maduro vai cair? Opositores arrastam multidão restando poucos dias para as eleições

    Opositores do ditador Nicolás Maduro, Maria Corina e Edmundo...

    VÍDEO: ator comediante Jim Carrey imita Joe Biden, arranca gargalhadas e viraliza

    Os episódios de confusão mental protagonizados pelo presidente dos...

    “Foi somente Deus que impediu que o impensável acontecesse”, diz Trump após atentado

    Donald Trump, candidato à Presidência dos Estados Unidos que...

    Posts da semana

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    close