28.5 C
Brasília
Sexta-feira, 12 Agosto, 2022

“Apoio Sérgio Moro no Senado”, diz Janaína, que é rebatida por aliados de P. Martins

A deputada estadual Janaína Paschoal comentou os rumores de que o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, poderá disputar uma vaga no Senado Federal pelo estado do Paraná. A opinião da parlamentar causou reações negativas entre os aliados do presidente Jair Bolsonaro.

Isso, porque, Bolsonaro indicou o jornalista e deputado federal Paulo Eduardo Martins para a disputa pelo Senado no Paraná, obviamente contrariando os interesses de Moro, bem como os de Janaína, que espera ser eleita para o Senado por São Paulo.

“Eu apoio Sérgio Moro no Senado, pelo Paraná! Sigo pré-candidata por São Paulo. Se Deus assim permitir, trabalharemos juntos pelo Brasil”, comentou Janaína. Um seguidor rebateu, dizendo que os paranaenses vão apoiar Paulo Eduardo Martins, e o deputado respondeu: “Isso aí. Vamos derrotar o Moro.”

Moro, por sua vez, reagiu ao comentário de Janaína, agradecendo o apoio. “Obrigado @JanainaDoBrasil. Você prestou um grande serviço ao país no impeachment. Seria um bom nome ao Senado por SP”, disse ele.

Seguidores criticaram o apoio de Janaína a Moro para o Senado, apontando suposta incoerência da sua parte. “Não existe ‘parceria’ com Moro que possa lhe render alguma coisa boa, Dª Jurema [sic]!!! Se colar com Moro, tu vai para o mesmo fundo do poço que ele está!!! Torcemos pela lucidez do povo paranaense; em não se iludir com esse moço que não tem vocação política; apenas um narcisista!”, disparou uma internauta.

A possível intenção de Moro de disputar o Senado pelo Paraná, só surgiu após a Justiça Eleitoral ter barrado a sua candidatura por São Paulo, alegando que ele não possui domicílio eleitoral no estado.

Pelos paulistas, Moro pretendia disputar o governo do estado, ou mesmo o Senado, que neste caso seria contra a própria Janaína Paschoal. Agora no Paraná, o ex-ministro terá que enfrentar Paulo Eduardo Martins, que é um nome forte e tradicional na região, além da própria rejeição junto aos paranaenses que não se sentiram honrados por ele em seu  “tour” por São Paulo.

DESTAQUE
Veja também:
close