Governo avalia manter auxílio emergencial até o final do ano, com mais três parcelas

Governo avalia manter auxílio emergencial até o final do ano, com mais três parcelas
Reprodução: Google

O governo Bolsonaro está avaliando a possibilidade de manter o auxílio emergencial, valor destinado à população mais necessitada durante a pandemia do no coronavírus, até o final de 2020, autorizando o pagamento de mais três parcelas.

O benefício, contudo, deverá ser menor que o valor atual de R$ 600,00. Segundo informações da Istoé, o recurso poderá ser fixado em R$ 200,00. Todavia, também existe a possibilidade de que o montante atual seja mantido, como foi anteriormente quando houve a primeira prorrogação.

Atualmente 65,4 milhões de pessoas já receberam as parcelas do auxílio emergencial, um total de R$ 145,9 bilhões, valor que poderá ultrapassar a casa dos 200 bi até o final do ano.