Ex-governador do DF pelo PT, Agnelo Queiroz é alvo de busca e apreensão

Agnelo Queiroz, ex-governador pelo PT do Distrito Federal, foi alvo de busca e apreensão na manhã de hoje por suspeita de recebimento de propina
Operação Alto Escalão apreende mala de dinheiro na casa de investigados — Reprodução: G1

O ex-governador do Distrito Federal entre os anos 2011 e 2015 pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Agnelo Queiroz, e o ex-secretário de Saúde Rafael Barbosa, foram alvos de busca e apreensão deflagrada na manhã esta quinta-feira (23) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Federal e Territórios.

A suspeita é de que eles receberam R$ 462 mil como pagamento de propina na contratação de leitos para a rede pública de saúde do Distrito Federal, valor que corresponderia a 10% dos R$ 4,6 milhões referentes ao contrato da época em que Agnelo e Barbosa foram gestores.

Foram cumpridos no total 13 mandados de busca e apreensão. Em um dos casos, em um endereço ligado à Adriana Aparecida Zanini, vice-presidente do Instituto Brasília Para o Bem-Estar do Servidor Público (IBESP), os policiais acharam uma mala com grande quantia de dinheiro, incluindo dólares, segundo o G1.

“A vantagem indevida teria sido paga por meio de um contrato fictício de publicidade e marketing firmado entre a empresa que pretendia vender seus produtos à Secretaria de Saúde do DF e o Instituto Brasília pra o Bem-Estar do Servidor – IBESP”, afirmou a Promotoria em nota.